17/07/2017

[Livro] Admirável Mundo Novo (1932)/ Aldous Huxley

A edição que peguei na biblioteca tinha
essa capa.


Esse livro é essencial: um clássico da literatura de ficção científica. Aldous Huxley influenciou cinema e música. Não é difícil encontrar traços de sua idéias em produções da cultura pop.


Estória


Ele trata de uma realidade quase utópica onde a manipulação genética e o Estado definem toda a sociedade, não deixando espaço para a escolha individual.

Escolhas simples como quantos filhos ter ou qual profissão seguir são definidas pelo Estado desde o nascimento do cidadão, uma vez que as pessoas são geradas em fábricas e não pelo modo natural.

Conforme explica Neto:
"O desenvolvimento tecnológico é uma das maiores preocupações de Huxley, pelo que pode ser entendido no livro.
Avanços na genética seriam aliados à tecnologia e a produção em massa de pessoas, de modo a satisfazer a demanda, tirariam a humanidade das pessoas, humanidade esta que está extremamente arraigada no conceito de família. 
Afinal de contas, o fordismo nada mais é do que a aplicação racional da tecnologia à produção econômica e Ford é Deus para os habitantes (que inclusive não fazem o sinal da cruz, mas sim o T, relacionando-o ao Ford T, modelo que popularizou o automóvel e revolucionou a indústria automotiva)."


Provérbios


Aproveitando, menciono sete frases de Huxley:


  • "Os fatos não deixam de existir só porque são ignorados."

  • "Conhecimento não é aquilo que você sabe, mas o que você faz com aquilo que você sabe."

  • "Existe apenas um canto do universo que você pode ter certeza de aperfeiçoar, que é você mesmo."

  • "Experiência não é o que acontece com você, mas sim o que você faz com o que acontece com você."

  • "O segredo da genialidade é conservar o espírito de criança até à velhice, o que significa nunca perder o entusiasmo."

  • "Saber é uma palavra cujo significado é muito amplo. Prefiro dizer que estamos capacitados a fazer algumas suposições."
  • "A ditadura perfeita terá as aparências de uma democracia, uma prisão sem muros na qual os prisioneiros não sonharão sequer com a fuga. Um sistema de escravatura onde, graças ao consumo e divertimento, os escravos terão amor à sua escravidão."

Conclusão


Enfim, recomendo para o amantes de sci-fi.

Grande abraço!



8 comentários:

  1. Bom dia Scant,
    Como sempre falo, muitos de nós seguem um padrão de hábitos e leituras aqui na 'blogosfera', pois me surpreendo ao ver que muitas das sua sugestões de leitura fazem parte das minhas.
    Muito bom esse livro, quando li refleti profundamente sobre as transformações que virão por aí e qual nosso papel diante delas.
    Sucesso!

    ResponderExcluir
  2. Existe um outro livro do mesmo autor, onde ele destaca as previsões da qual ele acertou, você já leu ? se ainda não leu ! recomendo a ler. Bom post.

    ResponderExcluir
  3. Livro profético. Senhor Aldous tratava de globalismo mesmo antes dele ser desenhado. Claro que o design coletivista já estava ali. Mas ele vislumbrou bastante do futuro. Pretendo reler. Dessa vez em e-pub, pois não estou mais suportando letra miúda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. epub é a solução para bibliotecas domésticas, ainda mais quando não achamos edições físicas que valorizem a obra.

      abç!

      Excluir
  4. Havia um temor de que o ocidente aderisse a sistemas totalitários mesmo antes da guerra fria, temos várias obras mostrando essa perspectiva distópica antes do perigo vermelho ser alardeado na década de 50. Os regimes extremos clássicos estão caindo no esquecimento, mas o que mais ocorre é o nascimento de novos partidos malucos.

    ResponderExcluir

Seu comentário é o nosso pagamento.