31/08/2015

[Anime] Psycho-Pass (2012-2015): Altos e Baixos




A Estória


Psycho-Pass é uma boa série policial adulta de ficção científica, mas tem altos e baixos.


Conforme explica Hudadm:


"A história se passa em um Japão futurista que se tornou forte o bastante para o isolacionismo e criou sua própria bolha auto-suficiente controlada por uma série de supercomputadores e pelo Sistema Sibila , que monitora e orienta a vida das pessoas. 
O Sistema de Sibila também identifica os indivíduos que constituem uma ameaça para a sociedade , aqueles com um alto coeficiente de crime , conhecido como criminosos latentes.
Essas pessoas mesmo que geralmente não tenham cometido um crime, o sistema avalia e acredita que poderão cometer no futuro. (...) Executores são pessoas que foram identificados como criminosos latentes , mas concordaram em ajudar o Ministério da Previdência com liberdade limitada, ou seja cães da justiça. Juntos, os membros da Unidade 1 caçam e removem criminosos latentes da sociedade."


Minhas Impressões


1ª temporada: É excelente, com personagens consistentes e uma trama cativante. O final também é muito bom. Bons heróis e um ótimo vilão. Recomendo muito.

2ª temporada: Achei bem inferior à 1ª, mas ainda dá alguma emoção, apesar de pouca. Essa segunda temporada,  pois eles não conseguiram um vilão melhor que o vilão da primeira temporada.

Filme: Gekijo-ban Psycho-Pass de 2015 é muito bom. Ele quase pula direto da 1ª temporada, mas ver a 2ª ajuda em alguns pontos não essenciais. Destaque para as cenas de luta que ficaram perfeitas e fluídas.



Conclusão


Psycho-Pass é uma boa série policial adulta de ficção científica, mas que pode ser resumida à primeira temporada de 2012 e ao filme de 2015.

Enfim, recomendo com as ressalvas acima.


Grande abraço!



Sites consultados:



  • http://estacaogeek.xpg.uol.com.br/2013/09/08/resenha-psycho-pass-e-seu-mundo-distopico/
  • http://apenasoutrocaminho.blogspot.com.br/2013/09/resenha-psycho-pass-anime.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é o nosso pagamento.